Na Noite Mais Densa

Em semana que estreia no Brasil o filme do Lanterna Verde, um dos meus personagens de quadrinhos preferidos, é ironicamente trágico como uma das falas mais marcantes de uma das histórias mais importantes faça tanto sentido pra mim nesse momento.


“As lembranças não são o bastante!”, gritaria Hal Jordan, depois de tentar, sem sucesso, recriar sua cidade natal destruída numa invasão alienígena, na icônica Crepúsculo Esmeralda.É claro que não houve nenhuma invasão extraterrestre e nem perdi uma cidade inteira, mas o sentimento que tenho é que uma parte de mim foi perdida. Perdi hoje uma de minhas melhores amigas. Ela partiu de forma inesperada, muito cedo, muito rápido, muito repentinamente.

Nos conhecemos há alguns anos, no trabalho, tornamo-nos colegas, amigos e ela até foi minha madrinha de casamento. E mesmo não trabalhando mais juntos atualmente, mantínhamos contato por e-mail ou ligações telefônicas, com alguns raros encontros pessoais.

Pessoa discreta, sensível e que parecia carregar o mundo nas costas, era o tipo de pessoa que eu tinha certeza que estaria presente por toda a minha vida e eu na dela, não importando o tempo ou a distância. Achei que envelheceríamos juntos e continuaríamos a rir de bobeiras, dos comentários sarcásticos e dos próprios erros. Que ficaríamos felizes pelo sucesso um do outro e que nossos filhos seriam amigos um dia.

Infelizmente, isso não vai mais acontecer. Nunca fui muito bom em lidar com algumas perdas, sempre fiz isso escrevendo, mas hoje não é um bom dia. Porque tudo que me resta, são as lembranças. E, embora elas não sejam suficientes, terão de bastar.

Que ela descanse bem e em paz onde quer que esteja. Porque o vazio que ela deixou em nossos corações jamais poderá ser preenchido.

Rabiscos parecidos:

Rabisque seu comentário:

%d bloggers like this: