I have a (blog) dream

“Tenho um sonho que um dia esta nação levantar-se-á e viverá o verdadeiro significado da tecnologia: “Consideramos estas verdades como evidentes por si mesmas, que todos os blogs são criados iguais”.

Tenho um sonho que um dia nas montanhas de informação os filhos de antigos nerds e os filhos de antigos proprietários de 386 poderão sentar-se à mesa da funcionalidade.

Tenho um sonho que um dia o pudim.com.br, um site tosco, criado por algum idiota que não tinha mais o que fazer, será transformado num blog que traga receitas da deliciosa sobremesa.

Tenho um sonho que meus quatro pequenos padawans viverão um dia numa nação onde não serão julgados pela velocidade de sua conexão de internet, mas pela qualidade do seu conteúdo original.

Tenho um sonho, hoje.

Tenho um sonho que um dia o blog que criei, cujas tags e postagens me dão tanto trabalho, seja transformado num fenômeno de acessos onde pequenos rapazes crackers, e raparigas hackers, possam comentar o conteúdo com pequenos rapazes sem conhecimento de informática, e raparigas que só sabem acessar redes sociais para postar fotos de balada, teclando  juntos, a quilômetros de distância uns dos outros, como irmãos e irmãs.

Tenho um sonho, hoje.

Tenho um sonho que um dia os pageviews serão elevados, todas as postagens e promoções serão retwittadas, os comentários de trolls serão suprimidos, e os produtos da loja virtual serão esgotados,… e todos os seres o verão, conjuntamente (o que provavelmente derrubará o servidor).”

Paródia de um trecho do discurso de Martin Luther King Jr, em 28 de agosto de 1963

Rabiscos parecidos:

Rabisque seu comentário:

%d bloggers like this: